Ufes inaugura Museu de Ciências da Vida no campus de Goiabeiras

A Ufes inaugurou nesta sexta-feira no campus de Goiabeiras, o Museu de Ciências da Vida (MCV), que está instalado no Centro de Vivência, atrás do Teatro Universitário.

O museu conta com 250 peças expostas em área total de 300m². As visitas serão abertas ao público e também poderão ser agendadas para grupos de estudantes e pesquisadores.

O material científico exposto permite que o visitante conheça detalhes da anatomia do corpo humano, por meio da visualização de ossos, espécimes naturais mumificadas, plastinados ou fixados em formol, além de réplicas realísticas de fósseis de hominídeos e animais pré-históricos, e modelos anatômicos didáticos de órgãos e sistemas.

O MCV, que é um programa de extensão da Ufes, é coordenado pelo professor Athelson Stefanon Bittencourt, do Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Farmacologia do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Ufes. “A consolidação do MCV na Ufes é resultado de um trabalho de 11 anos, e um sonho que se concretiza”, comemora Bittencourt.

A visita ao local será possível por meio do corredor entre o Teatro Universitário e o Cine Metrópolis, com a disponibilidade de escada e elevador. Entre as peças expostas, algumas foram adquiridas no decorrer dos anos e outras foram produzidas por pesquisadores, de acordo com o professor Athelson Bittencourt.

O coordenador do museu informa que, como ação de inclusão, as pessoas portadoras de deficiência visual poderão tocar nas peças. A equipe do professor Athelson Bittencourt é composta por 10 professores, um técnico, 10 estudantes de diferentes cursos, além de 48 que trabalharão na recepção aos visitantes.

Exposição “A métrica do corpo humano”

A primeira exposição na nova sede do museu poderá ser visitada partir desta terça-feira, 13. “A métrica do corpo humano” mostrará que a vida e o cotidiano estão cercados por números e fórmulas matemáticas.

“A Biologia e a Matemática tem mais em comum do que podemos imaginar”, acentua Bittencourt. Segundo ele, a exposição mostrará o quão fértil pode ser a inesperada interdisciplinaridade que surge ao discutir, de forma integrada, a matemática e a vida, numa visão única de mundo.

A exposição mostrará, através do contato com um acervo de peças anatômicas reais plastinadas, como o corpo humano é formado e funciona mediante padrões e proporções numéricas, a fim de provocar no visitante o raciocínio matemático, numa abordagem cotidiana multidisciplinar e aplicada à estrutura e funcionamento do corpo humano, além de levá-lo a questionamentos e constatações bastante intrigantes sobre si mesmo.

Além do contato com o acervo da mostra, o visitante também poderá participar de uma oficina do corpo humano, onde poderá, na prática, manipular peças anatômicas reais plastinadas, e aprender a utilizar a matemática para entender e calcular alguns parâmetros do funcionamento do corpo. A exposição será aberta ao público em geral e também a excursões escolares.

Será mantida uma parceria com a Secretária de Estado da Educação (Sedu) e secretarias municipais de Educação, para a capacitação de professores da rede pública de ensino básico, possibilitando amplo acesso ao conteúdo do MCV e da exposição, para possibilitar efeitos multiplicadores do projeto.

O MCV da Ufes tem o patrocínio o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação. A exposição “A métrica do corpo humano” utiliza a maior inovação tecnológica mundial na área de preservação de espécimes anatômicos – a plastinação – além de incorporar o raciocínio lógico matemático ao conhecimento da estrutura e funcionalidade do corpo humano.

Serviço:

Exposição “A métrica do corpo humano”
Período: De 13 de março a 31 de julho
Local: MCV – Campus de Goiabeiras
Horário de funcionamento: De terças-feiras às sextas-feiras – das 8h30 às 12h, e das 14h às 17h30 – Sábados – das 8h30 às 12h30
Mais informações: www.mcv.ufes.br