Segurança da Ufes é condenado por estuprar estudante

A juíza Gisele Souza de Oliveira condenou um segurança da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) a  4 anos  prisão por ter estuprado uma estudante em dezembro de 2015, no Centro de Línguas.

Segundo o processo, o crime ocorreu por volta das 19h40m, quando a vítima aguardava o início das aulas. O segurança teria alertado sobre os perigos de transitar no local, simulado preocupação e levado a estudante para áreas escuras para cometer o ato criminoso. Ele era funcionário de uma empresa terceirizada, responsável pela segurança patrimonial da Universidade.

A defesa negou a prática do crime, alegando que o réu não estava no local dos fatos e que fazia segurança em outra área da Universidade, de onde não poderia se afastar.

No entanto, a juíza destacou, em sua sentença, que a vítima foi ouvida pelo menos nove vezes antes de ser ouvida em juízo, mantendo-se coerente e firme em todas as suas versões. “Após exposição do fato na mídia televisiva estadual, a vítima foi intimada para depor na Delegacia, no dia 19 de novembro de 2015, ocasião em que prestou os depoimentos, quando não só relatou os fatos, como, mostrados fichas funcionais de vários funcionários da empresa terceirizada, reconheceu, sem qualquer dúvida ou hesitação, o acusado J. como sendo autor dos abusos.”, ressaltou a juíza.

Com informações do TJ/ES