Músico processa a Som Livre e pede indenização milionária, diz jornal

Um dos maiores compositores da música portuguesa não está nada contente com a Som Livre.

Segundo Leo Dias (O Dia), Ricardo Landum vai entrar na Justiça do Brasil com ações contra artistas nacionais que vêm utilizando uma versão não autorizada da canção Que Mal te Fiz Eu, composta por ele e gravada em Portugal, em 2008.

O jornal destaca que a música é sucesso por aqui nas vozes de Gusttavo Lima (lançada em 2014 e com mais de 50 milhões de visualizações no YouTube), Wesley Safadão, Léo Magalhães e está na playlist de bandas como Aviões do Forró e Calcinha Preta. Todos os citados são artistas da Som Livre.

O colunista informa que apenas Gusttavo Lima teria autorização para gravar a música, mas na sua integralidade, o que não ocorreu, pois a letra foi alterada.

Landum já notificou a gravadora e os artistas brasileiros. A estimativa é que as indenizações cheguem a 5 milhões de euros por violação de direitos autorais e patrimoniais, completa o jornal.

A coluna informa que entrou em contato com a assessoria da gravadora, que emitiu a seguinte nota:

— A Som Livre esclarece que o lançamento da faixa Que Mal Te Fiz Eu (Diz-Me), do cantor Gusttavo Lima, foi realizado mediante autorização da editora que representa o compositor da obra no Brasil. Quanto aos demais artistas citados que possuem contrato com a Som Livre Aviões do Forró, Wesley Safadão e Léo Magalhães -, a empresa informa que desconhece qualquer gravação ou lançamento de produto que contenha a música”.

Clique aqui e leia mais!

Fonte: R7.com