São Mateus adere ao programa Pacto pela Aprendizagem do governo do Estado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), realizou, na tarde desta sexta-feira (19), uma solenidade de assinatura do termo de adesão do município de São Mateus ao Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes) e também de assinatura do contrato de concessão do imóvel utilizado pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

São Mateus é o 54º município a assinar o termo de adesão ao Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo, que está em funcionamento e realizando ações desde o início de 2017. O objetivo é a organização das redes (municipais e estadual), otimização de recursos e potencialização de resultados.

Com a adesão dos municípios ao Paes, serão desenvolvidas ações que resultem em avanços significativos de aprendizagem dos estudantes do ensino fundamental. Essas ações envolvem a união entre o Governo do Estado, as prefeituras, a sociedade civil e a iniciativa privada.

“O Paes é para garantir que toda a criança que passe pela escola aprenda.  Com isso, queremos continuar avançando para dar aos nossos alunos uma educação pública cada vez melhor. Junto com a prefeitura e com as famílias, queremos que os cidadãos possam ter certeza de que seus filhos tenham uma educação de qualidade da creche ao Ensino Médio”, destacou o secretário da Educação, Haroldo Rocha.

Pacto pela Aprendizagem

O Paes é uma política pública criada para propor ações para melhoria dos indicadores educacionais dos estudantes da educação básica no Espírito Santo, envolvendo domínio de competências como leitura, escrita e cálculo adequado à idade e ao nível de escolarização.

Em 2017, o governador Paulo Hartung sancionou a Lei que institui o Pacto pela Aprendizagem, assim como a Lei que cria o Fundo Estadual de Apoio à Ampliação e Melhoria das Condições de Oferta da Educação Infantil no Espírito Santo. Ele será uma ferramenta desburocratizada que permite repasses voluntários de recursos para os municípios.

 Serão investidos, imediatamente, R$ 50 milhões de recursos próprios do Estado, e ainda estão previstos repasses de mais recursos por meio de financiamentos de instituições nacionais e internacionais, inclusive do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para que sejam construídas e equipadas creches e escolas em diversos municípios.

Apae

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Mateus, há mais de 30 anos é uma associação civil, filantrópica de caráter assistencial, educacional, cultural, de saúde, entre outros, sem fins econômicos.

Com a assinatura do contrato de concessão do imóvel, por parte do Governo do Estado, a Apae poderá dar continuidade aos serviços no mesmo local em que atua por mais 25 anos. Atualmente, a Apae de São Mateus atende aproximadamente 150 usuários e conta com oficinas de musicalização, artesanato, informática, atividades para a vida de diária, capoeira, psicomotricidade, artes e ideias, além de proporcionar serviços de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e serviço social. Ainda há a oferta de consultas com médico pediatra.

Direto da Redação, com informações da Sedu