Familiares e amigos realizam passeata em memória de jovem atropelada por motorista bêbado

Amigos e familiares da jovem Juliana Vasconcelos, que morreu após ser atropelada por um motorista bêbado em Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado, realizaram uma passeata na noite deste sábado (17).

Eles seguiram em caminhada da Praça de Fátima, na Avenida Beira Rio, em direção a igreja Nossa Senhora da Consolação, onde foi realizada uma missa em memória da jovem. Os amigos e parentes levaram uma faixa pedindo justiça pela morte de Juliana.

O acidente aconteceu no último domingo (11) na BR-482, próximo ao bairro BNH. De acordo com as informações divulgadas, Juliana Vasconcelos Cypriano estava numa moto com um rapaz de 22 anos quando foi atingida por um carro desgovernado que invadiu a contramão. O carro atingiu ainda outra moto, onde estavam dois amigos de Juliana.

Os feridos foram levados para a Santa Casa de Cachoeiro, mas Juliana acabou não resistindo e faleceu. O condutor da moto em que a jovem estava ficou gravemente ferido e teve de amputar parte de um dos pés.

O motorista do carro que provocou o acidente tentou fugir do local, mas foi capturado pela polícia. Paulo Sergio Lopez Barrozo, 44 anos, foi levado para o Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim e vai responder por homicídio culposo, lesão corporal culposa e embriaguez ao volante.

Direto da Redação
Record News ES / Rede SIM