Faixa contra Robinho causa discórdia entre torcidas do Galo

Torcedoras do Atlético-MG que colocaram faixas em frente à sede social do clube, em Belo Horizonte, cobrando um posicionamento oficial da diretoria sobre a condenação do atacante Robinho (punido na Itália por violência sexual), afirmam terem sido ameaçadas. A torcida responsável pelas faixas, a Feministas do Galo, em meio à polêmica, recebeu o apoio de outra torcida organizada do time, a Grupa, também formada por mulheres.

Clique aqui e leia mais!

Fonte: R7.com