Estado recebe quase R$ 100 milhões em investimentos nas áreas de Educação e Saneamento

Foto: Divulgação Secom/ES

Mais investimentos para a melhoria da qualidade da educação capixaba e para a área de saneamento no Espírito Santo. O ministro da Educação, Mendonça Filho, esteve no Espírito Santo nesta quarta-feira (10) para anunciar a liberação de R$ 36 milhões para o Estado e municípios.

Dentre esses, R$ 24 milhões são para investimento na educação em tempo integral, do Programa Escola Viva, e R$ 4,5 milhões serão destinados para apoiar na elaboração do novo currículo capixaba e também para produção de material didático e formação de professores das redes municipais e estadual, do Ensino Fundamental. Já a Cesan e o Governo do Estado assinaram quatro contratos com a Caixa Econômica Federal para liberar financiamento no valor de R$ 63,56 milhões em obras de saneamento no Espírito Santo. O recurso vem do programa Saneamento para Todos, do Ministério das Cidades.

Cesan

O investimento anunciado pelo Governo, no valor de R$ 63,56 milhões, é destinado para obras de ampliação dos sistemas de esgotamento sanitário nas cidades de Serra, Guarapari e Nova Venécia, além de desenvolvimento institucional da Cesan.

Na cidade de Serra, na Região Metropolitana da Grande Vitória, as obras serão para ampliação e melhoria da estação de tratamento de esgoto Manguinhos, no valor de R$ 26,5 milhões.

Em Guarapari, será feita a complementação do sistema de esgotamento sanitário, beneficiando a região de Meaípe e Nova Guarapari, no valor de R$ 16,2 milhões.

Em Nova Venécia, será realizada a 3ª etapa de implantação do sistema de esgotamento sanitário no município, com investimento de R$ 9,1 milhões.

E para o desenvolvimento institucional da Cesan, que é o fornecimento e a implantação de sistema de solução integrada de gestão comercial, como software, o investimento é de R$ 14,9 Milhões.

“Fico feliz em participar deste evento e de ver a união de vários Poderes para que sejam realizados investimentos na área de saneamento, que resultarão em benefícios a médio e longo prazo. Temos que reconhecer seu trabalho, governador, e saber que o importante é gerar emprego, distribuir renda e melhorar a qualidade de vida do cidadão”, disse o ministro Alexandre Baldy.

“Terminamos o ano de 2017 muito bem e começamos 2018 com o pé direito. Aproveitando a presença dos ministros e do presidente da Câmara, esta é uma ótima oportunidade para rever um passado recente e de falar das projeções futuras na área de saneamento. O cuidado com as contas públicas, o trabalho em equipe e a boa gestão permitiram, mesmo com um cenário de adversidades, realizar e ampliar os nossos investimentos, melhorando, com isso, a qualidade de vida da população capixaba”, disse o presidente da Cesan, Pablo Andreão.

Educação

Dentre os investimentos anunciados, R$ 24 milhões serão para educação de tempo integral, o programa Escola Viva. Com o aumento do número de unidades implantadas em 2018, o valor do repasse representa o dobro do valor destinado pelo governo federal em 2017. Neste ano, estarão em funcionamento 32 unidades Escola Viva, em 23 municípios do Espírito Santo.

Cerca de R$ 8 milhões serão para ações diretas entre o Mec e os municípios, como compra de mobiliário, de ônibus escolar, obras e ações de apoio na melhoria da proficiência dos estudantes do ensino fundamental.

Para custeio da produção de material didático e realizações de formações de professores e gestores das redes estadual e municipais de ensino, serão destinados R$ 2,5 milhões. Essas ações vão fortalecer o Pacto pela Aprendizagem e a reestruturação da educação básica no Espírito Santo.

A novidade é que o Mec também destinará recursos para apoiar a construção do novo currículo capixaba. Serão R$ 2 milhões para serem aplicados na contratação de consultoria especializada, no apoio logístico para realização dos seminários e eventos regionais programados para promover o debate sobre o tema durante o ano e também para reprodução do documento após a finalização do processo. O foco está no apoio técnico-financeiro para que o Estado, em colaboração com os municípios, construa um novo currículo capixaba após a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

“A parceria do governo federal com a gestão Paulo Hartung se destaca na área da Educação. A agenda do Brasil passa pela Educação, que é um desafio atual garantir a qualidade e a efetividade da aprendizagem dos estudantes. A gente tem apoio para a Base Nacional Comum Curricular, que foi implementada recentemente e destacamos o programa de educação integral, que é sucesso no Espírito Santo, sendo um programa crescente e que tem se destacado com muita qualidade”, disse o ministro Mendonça Filho.