Afetados pelo Irma retornam à Flórida com trânsito lento e falta de gasolina

Os moradores do sul da Flórida que decidiram voltar para casa, após o êxodo em massa provocado pelo furacão Irma, tiveram de enfrentar estradas congestionadas, rotas fechadas e postos de gasolina sem combustível. As informações são da agência de notícias EFE.

Tal como se observa nas redes sociais e nos boletins de tráfego, o retorno para quem se aventura nas estradas não está sendo um caminho livre de obstáculos, um cenário previsto por outros que decidiram esperar para o retorno.

O site FL511, operado pelo Departamento de Transporte da Flórida (FDOT), contabiliza mais de 20 estradas fechadas ou com danos provocados pelo furacão Irma.

Em sua conta no Twitter, o FDOT informou, por exemplo, que a estrada interestadual I-75, sentido sul, e a I-10, sentido leste, apresentam “tráfego pesado” e sugere aos motoristas que não retornem aos seus lares até que as autoridades o recomendem.

Meios de comunicação locais também dão conta do fechamento de alguns postos de gasolina, ainda que, segundo a Turnpike Orlando, entidade oficial que supervisiona as estradas na área de Orlando, no centro do estado, na tarde desta terça-feira (12) todos os postos já estavam abertos e dispunham de combustível, ainda que limitado somente a veículos.

A conta oficial do Twitter da Patrulha de Estradas da Flórida mostra imagens de patrulheiros deste corpo policial escoltando caminhões-cisternas de gasolina com destino aos postos de gasolina pelas estradas estaduais.

Os moradores do sul da Flórida que decidiram voltar para casa, após o êxodo em massa provocado pelo furacão Irma, tiveram de enfrentar estradas congestionadas, rotas fechadas e postos de gasolina sem combustível. As informações são da agência de notícias EFE.

Tal como se observa nas redes sociais e nos boletins de tráfego, o retorno para quem se aventura nas estradas não está sendo um caminho livre de obstáculos, um cenário previsto por outros que decidiram esperar para o retorno.

O site FL511, operado pelo Departamento de Transporte da Flórida (FDOT), contabiliza mais de 20 estradas fechadas ou com danos provocados pelo furacão Irma.

Em sua conta no Twitter, o FDOT informou, por exemplo, que a estrada interestadual I-75, sentido sul, e a I-10, sentido leste, apresentam “tráfego pesado” e sugere aos motoristas que não retornem aos seus lares até que as autoridades o recomendem.

Meios de comunicação locais também dão conta do fechamento de alguns postos de gasolina, ainda que, segundo a Turnpike Orlando, entidade oficial que supervisiona as estradas na área de Orlando, no centro do estado, na tarde desta terça-feira (12) todos os postos já estavam abertos e dispunham de combustível, ainda que limitado somente a veículos.

A conta oficial do Twitter da Patrulha de Estradas da Flórida mostra imagens de patrulheiros deste corpo policial escoltando caminhões-cisternas de gasolina com destino aos postos de gasolina pelas estradas estaduais.

Fonte: Agência Brasil